FANDOM


Graham Hill
Nacionalidade Britânico
Temporadas 19671969
Equipes SPO Classic, Savoia
Corridas 29 (25 largadas)
Melhor colocação 2º (1968)
Vitórias 4
Pódios 14
Pontos 95
Poles 0
Primeira corrida 1967 - GP da África do Sul
Primeira vitória 1968 - GP da Áustria
Última vitória 1969 - GP da Espanha
Última corrida 1969 - GP da Bélgica

Graham Hill foi um piloto britânico que disputou o início da temporada de 1967 pela SPO Classic, transferindo-se para a Savoia nas etapas finais do mesmo ano e pilotando pela equipe italiana até 1969 quando veio a falecer após um grave acidente na última volta do GP da Bélgica

Pré-GPMEditar

Com sucesso no campeonato mundial de automobilismo, Hill sagrara-se campeão em 1962, conquistando o segundo lugar nos três anos posteriores. Em 1966, foi apenas o quinto colocado.

GPMEditar

Contratado pela SPO Classic para fazer dupla com Jim Clark em 1967, Graham Hill começou bem a temporada ao conquistar o segundo lugar logo na primeira etapa. Em Mônaco, o britânico conquistou apenas o nono lugar, abandonando na etapa seguinte na Grã-Bretanha. Nas quatro etapas seguintes, Hill sofreu com a instabilidade de sua equipe, que aparecia apenas para os treinos classificatórios e não participava das corridas. Com a saída do dono e a SPO Classic aguardando um novo proprietário, o contrato de Hill foi adquirido pela Savoia, por onde estreou marcando um ponto em Portugal e conquistando o terceiro lugar na Espanha, abandonando nas duas etapas finais. Correndo em 7 das 13 etapas do calendário, Hill ficou apenas em 10º lugar no campeonato.

Em 1968, com um novo chassi projetado, Hill estreou novamente com um segundo lugar na África do Sul, chegando em terceiro novamente na Espanha e agora melhorando a posição obtida em Mônaco com um quinto lugar. Após o abandono na Bélgica, o britânico participou de três dobradinhas consecutivas da Savoia, perdendo para Fangio na Holanda e na Alemanha, mas conquistando sua primeira vitória na Áustria e emplacando sua segunda vitória já na corrida seguinte, na França, com abandono de seu companheiro de equipe e ficando apenas seis pontos atrás do argentino no mundial de pilotos. Na Grã-Bretanha, Fangio voltou a liderar uma dobradinha da equipe e a distância para Hill aumentou ainda mais com o abandono do britânico na Itália. Nas duas etapas finais, duas dobradinhas lideradas por Fangio e Graham Hill terminou o campeonato na segunda colocação com 66 pontos, 18 pontos atrás de Fangio e contribuindo para o título absoluto da Savoia no mundial de construtores.

Na única prova extra-campeonato da categoria que disputou, em janeiro de 1968, Graham Hill fez a pole na Indy 500 com o mesmo tempo de Fangio, vencendo o argentino por um centésimo de segundo. Curiosamente, foi a única pole conquistada pelo piloto na era pós-GPM, que não largou na frente do grid em nenhuma etapa oficial.

Com a aposentadoria do companheiro em 1969, Hill era considerado o principal sucessor de Fangio na equipe italiana frente aos companheiros Clay Regazzoni e Emerson Fittipaldi, este ainda se recuperando do acidente sofrido em Monza. Na Argentina, Hill conquistou a vitória e largou na frente no campeonato, sendo alcançado em pontos por Jack Brabham e Mario Andretti ao abandonar na África do Sul. Hill voltou ao degrau mais alto do pódio na Espanha, liderando à frente de Brabham por apenas 3 pontos. Abandonando juntamente com seu concorrente direto em Mônaco, Hill chegou como líder ao GP da Bélgica.

FalecimentoEditar

Em uma prova iniciada com pista úmida, mas secando, a equipe Savoia foi para a corrida com a estratégia de não realizar pit-stops e largando de slicks. Sofrendo com o desgaste no final da prova, a equipe encaminhava a terceira tripladinha da história com Fittipaldi em primeiro, Hill em segundo e Regazzoni em terceiro. Na última volta, o pneu dianteiro direito do brasileiro estoura, dando a liderança a Graham Hill, que pouco depois vê um pneu dianteiro e um traseiro estourarem juntos, perdendo o controle do carro e passando por uma cerca de madeira, passando por um valo e levantando para então se chocar em cheio com uma árvore. O piloto foi prontamente socorrido pelo companheiro Regazzoni, que parou o carro com os pneus extremamente gastos. O impacto do acidente levou a um traumatismo craniano e ao estado de coma, mas o britânico não resistiu à gravidade dos impactos e veio a falecer semanas depois.

Hill ainda terminou como líder do campeonato após o GP da Bélgica, sendo superado por John Surtees na etapa seguinte. Graças às duas vitórias, o britânico ocupou a sétima posição no mundial de pilotos ao final do ano. Seu carro foi guiado pelo piloto pagante Jean-Pierre Jabouille no GP da França, tornando o primeiro não contratado a conquistar uma vitória na categoria, sendo ocupado em definitivo pelo lendário Jackie Stewart após sua contratação junto à Esthar.

ResultadosEditar

Temporada Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Pos Pts.
1967 SPO Classic AFS
2
MON
9
GBR
AB
BEL
NL
HOL
NL
ALE
NL
MEX
NL
10º 11
Savoia POR
6
ESP
3
FRA
AB
ITA
AB
1968 AFS
2
ESP
3
MON
5
BEL
AB
HOL
2
ALE
2
AUT
1
FRA
1
GBR
2
ITA
AB
MEX
2
EUA
2
CAN
2
66
1969 ARG
1
AFS
AB
ESP
1
MON
AB
BEL
8†
18

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória